Crítica: Oito Odiados

O oitavo filme de Tarantino mostra tudo que conhecemos sobre o diretor favorito dos cinéfilos.

Os-Oito-Odiados

Passado no velho oeste americano, o filme conta a história de oito pessoas que se encontram presas em uma cabana por conta de uma nevasca. Dois caçadores de recompensa, uma prisioneira, um futuro xerife, um mexicano, um veterano de guerra, um cowboy solitário e um inglês.

Essa história só poderia ter saído da mente insana de Quentin Tarantino.

 

os-oito-odiados-personagens-resenha-maze-blog

Para quem já é fã de Quentin Tarantino é um filme que agrada em todos os níveis, direção, atuação, fotografia e principalmente roteiro. Tarantino tem como seu ponto alto o roteiro, nunca falha e sempre explora o máximo de seus atores criando personagens bem característicos com muito passado.

Caso você não conheça muitos trabalhos do diretor, aconselho não começar por esse filme. No seu primeiro ato possui um tempo mais lento que os filmes atuais, Tarantino matem essa característica em seus filmes, dando um ar mais anos 80, podendo notar desde os créditos iniciais.

É um filme longo, com mais de 3 horas de duração, admito que por conta de saber disso me enrolei um pouco para criar coragem para assistir. Mas para quem já conhece e gosta do estilo de Tarantino nem sentira essas horas passando.

Não acredito que será um filme muito premiado por conta da concorrência, mas sim merece seu devido crédito.

 

Comments

comments